UTAD coordena projeto Wasteless

Notícias, Universidade, Vila Real

Diminuir em 20% o desperdício alimentar na União Europeia é o grande propósito do Wasteless, um projeto europeu que está a ser coordenado pelo Centro de Investigação e Tecnologias Agroambientais e Biológicas (CITAB) da UTAD, ao longo dos próximos três anos.

A investigadora Ana Barros, responsável por este projeto que reúne 29 parceiros, diz que este é um trabalho que pretende criar ferramentas e metodologias inovadoras para monitorizar as perdas dos produtos alimentares, com a finalidade de atingir três dos grandes objetivos do desenvolvimento sustentável, mais saúde, desperdício zero e economia circular.

Em média, cada habitante europeu desperdiça, anualmente, 179 kg, segundo dados do Parlamento Europeu. O projeto vai estudar casos concretos do desperdício alimentar doméstico e ainda pretende acrescentar valor aos produtos desperdiçados.

Mas este projeto terá ainda como propósito contribuir para a redução das emissões de gases de efeito estufa, contribuindo para a estratégia de diminuição do impacto das alterações climáticas, como  explica a coordenadora Ana Barros.

Ana Barros salienta a importância para a academia e para a  região o facto da coordenação do projeto estar na UTAD.

A proveniência do desperdício alimentar tem várias origens, destacando-se o desperdício doméstico (40%) e aquele que provém da indústria agroalimentar (39%). O restante acontece na restauração (14%) e na distribuição (5%).

O  Wasteless é um projeto avaliado em 5,5 milhões de euros e junta um consórcio multidisciplinar composto por investigadores da Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslovénia, Espanha, Estónia, França, Grécia, Hungria, Itália, Portugal, Chéquia, Suíça e Turquia.

Menu