Vila-realenses chamados a participar na Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas

A autarquia de Vila Real está a definir a Estratégia Municipal de Adaptação às Alterações Climáticas, um plano que pretende agora recolher os contributos dos vila-realenses.

Assim, no site do município, quem quiser pode contribuir com sugestões para que possam ser colocadas em prática a fim de colmatar os efeitos das alterações climáticas como refere a vereadora do pelouro do ambiente Mafalda Vaz de Carvalho.

Esta estratégia, que contempla 26 opções de adaptação/mitigação, depois de ter sido apresentada e submetida à participação de entidades-chave, está agora em discussão pública, por um período de 15 dias úteis, com início hoje, a fim de poderem ser definidas prioridades de ação.

Ontem, no dia Mundial do Ambiente, o município de Vila Real apresentou um estudo que foi efetuado sobre o calculo da  pegada ecológica do Carbono ao nível dos transportes no concelho e ainda o calculo da pegada ecológica nos serviços municipais.  Uma forma de encontrar soluções para reduzir o impacto ambiental. Mafalda Vaz de Carvalho acredita que o exemplo dos serviços do município pode ser “seguido” por outros serviços e empresas privadas.

E porque as alterações climáticas têm consequência para todos nós com graves implicações, com cheias, secas severas e até incêndios, o município de Vila Real quer encontrar medidas que possam minimizar todos estes fenómenos, e para tal solicita a participação de todos com sugestões e ideias que podem ser deixadas no site oficial do município.

Menu