Vila Real: Ficou em prisão preventiva suspeito de provocar incêndio florestal

O Tribunal de Vila Real decretou a prisão preventiva ao suspeito de atear um incêndio florestal, em Vila REal, com recurso a um isqueiro e que foi detido em flagrante pela GNR.

Após um alerta de incêndio florestal na segunda-feira, a GNR foi ao local e detetou o suspeito de 39 anos a atear focos de incêndio.

O fogo terá consumido cerca de um hectare de terreno.

O suspeito foi presente ao Tribunal de Vila Real, que lhe aplicou, segundo fonte da GNR, a medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva.

O Comando Territorial de Vila Real identificou este ano 42 suspeitos de incêndios florestais, dos quais 11 foram detidos em flagrante.

Em 2021, foram identificados 83 suspeitos do mesmo crime, tendo sido detidos oito em flagrante.

Menu