UTAD é cada vez mais procurada por alunos estrangeiros

Nos últimos três anos Portugal aumentou o número de estudantes estrangeiros em 50%.  

Números avançados pelo Ministro da Ciência e Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, na UTAD. O governante referiu que este é o reflexo da “afirmação na Europa e no Mundo do Ensino Superior em Portugal”.

Ontem no Salão Nobre da Câmara de Vila Real decorreu a receção do município aos estudantes Erasmus na UTAD. Os alunos ficaram agradados com esta recepção, e explicaram aos microfones da UFM os motivos que os levaram a escolher a UTAD.

 Nesta recepção da autarquia estiveram cerca de 70 alunos dos 130 Erasmus que entraram este ano na UTAD.

Pedro de Jesus, do Erasmus Studants Network UTAD, salientou a forma como os estudantes são acolhidos e integrados não só na academia como na cidade, acrescentando que as maiores dificuldades dizem respeito “à falta de alojamento.”

O Ministro da Ciência Tecnologia e Ensino Superior lembrou o esforço que tem vindo a ser feito para colmatar a falta de alojamento para os estudantes do ensino superior. Manuel Heitor realçou o envolvimento de várias instituições tendo sido conseguidos mais 600 camas, mas este é um número que para o governante “não chega”.

As alunos do Ensino Superior e suas famílias continuam a queixar-se da falta de quartos a preços acessíveis em todo o país.

Menu