UGT Vila Real preocupada com vazio no Conselho de Administração do CHTMAD

A UGT de Vila Real diz lamentar a “falta de resposta do Governo ao Centro Hospitalar de Trás os Montes e Alto Douro” em não nomear o presidente do Conselho de Administração e manifesta a “preocupação e indignação.”

Recorde-se que o CHTMAD está sem presidente do conselho de administração desde 30 de maio~, isto depois da Ministra Marta Temido ter nomeado João Oliveira e mais um vogal como diretores do Hospital de Braga.

Para a UGT este vazio de gestão no CHTMAD é prejudicial para os trabalhares uma vez que as carreiras dos trabalhadores cuja contratação coletiva carecem de decisão final estão suspensas por ausência de Conselho de Administração a quem compete decidir, como afirma Fernando Fraga da UGT de Vila Real.

Fernando Fraga diz que não são apenas as questões laborais que estão em causa, a falta de conselho de administração prejudica também os utentes deste hospital.

A UGT diz ainda estranhar a decisão da Ministra da Saúde de retirar o administrador do Hospital de Vila Real para o colocar em Braga, esquecendo de preencher o vazio no CHTMAD.

A UGT de Vila Real apela à Ministra da Saúde para que “este impasse do Conselho de Administração se resolva com a maior brevidade de modo a que trabalhadores e utentes deixem de ser tão penalizados”.

Menu