Tribunal de Vila Real anula ato eleitoral que elegeu Francisco Carvalho como presidente do SCVR

O Tribunal Judicial da Comarca de Vila Real deliberou anular a Assembleia Eleitoral do Sport Clube de Vila Real de 25 de maio de 2018, onde foi eleito Francisco Carvalho, decidindo ainda anular o acto de tomada de posse dos corpos sociais saídos deste acto.

Recorde-se que o sócio Levi Eirô Leandro pediu ao Tribunal que anulasse a Assembleia Eleitoral de 25 de maio de 2018 e ainda que fosse anulada a tomada de posse dos órgãos sociais do SCVR saídos dessa assembleia, por entender  que os estatutos do Sport Clube de Vila Real não tinham sido cumpridos.

Ana Cunha, advogada de Levi Eirô Leandro, refere que o Tribunal de Vila Real reconheceu que o sócio tinha razão anulando o acto eleitoral por considerar que o Clube “desrespeitou os estatutos.”

O SCVR ficou intimado a suportar as custas do processo.

Ana Cunha considera que esta ação do sócio contribuiu para que o Clube centenário tenha mais cuidado nos processos e que cumpra os estatutos em vigor, a advogada diz ainda que que “foi feita justiça”.

O Sport Clube de Vila Real pode recorrer da sentença.

Menu