Tribunal Contas aprova constituição da Empresa Águas do Interior Norte

O Tribunal de Contas deu visto prévio para constituição da sociedade Águas do Interior Norte E.I.M., S.A., empresa que vai  assumir a gestão  dos serviços de abastecimento de água e drenagem de águas residuais em oito concelhos transmontanos, Freixo de Espada à Cinta, Mesão Frio, Murça, Peso da Régua, Sabrosa, Santa Marta de Penaguião, Torre de Moncorvo e Vila Real.

Carlos silva, presidente do conselho de administração da EMAR, diz que esta será a primeira experiência de Intermunicipalismo nestes territórios sendo um exemplo para todo o país.

Carlos Silva garante que esta nova empresa vai permitir ganhar escala e fornecer maior qualidade de serviço nos oito concelhos que integram a CIM Douro.

Depois deste visto do tribunal de contas o um processo que ainda vai demorar algum tempo, Carlos Silva lembra que “há passos intermédios que têm de ser dados”, nomeadamente na integração da EMAR nesta nova empresa.



O Visto do Tribunal de Contas culmina todo um processo prévio tendente à constituição jurídica desta Empresa que teve início há cerca de dois anos com a elaboração dos estudos jurídico-financeiros que fundamentam a viabilidade económico-financeira da sua constituição.

Todo este processo foi conduzido pelo corpo técnico da EMARVR, Água e Resíduos de Vila Real em estreita articulação com técnicos de todos os Municípios envolvidos e com o auxílio de algumas entidades externas.

Menu