Segue para liquidação maior fábrica de cogumelos portugueses que tem sede em Vila Flor

A Sousacamp, a maior fábrica de cogumelos portuguesa, vai mesmo partir para a liquidação, após os credores reprovarem a proposta de aquisição da fábrica que está falida, por parte de um consórcio constituído por dois empresários estrangeiros, ao considerarem que não tinham garantias financeiras suficientes.

A empresa, com sede na aldeia de Benlhevai, concelho de Vila Flor, tem instalações também em Paredes, Vila Real e Espanha, empregando à volta de 500 trabalhadores, que até agora, continuam em funções e com os salários em dia. 

A Sousacamp é líder, controlando 90 por cento do mercado português, mas tem uma dívida que ascende aos 60 milhões de euros, sobretudo à banca. 

Em declarações à Agência lusa, o administrador judicial diz que a fábrica vai continuar a laborar normalmente, referindo que a via da liquidação não significa o encerramento da empresa, até porque existe um número de investidores que estão interessados na empresa. 

A Sousacamp é uma das maiores produtoras de cogumelos ibéricos com mais de metade da produção a ser exportada para Espanha, França e Holanda, para além de controlar 90% do mercado português. 

Menu