Romeu Mota, ex-aluno da UTAD, convence jurados do Ídolos e continua no programa

Formado em Ciências da Comunicação, na UTAD, o músico de 21 anos arriscou numa versão com guitarra e voz da ‘Lusitana Paixão’, música que Dulce Pontes levou à Eurovisão de 1991, em Roma.


A trabalhar em Vila Real, numa agência de comunicação e marketing digital, Romeu Mota é natural do Funchal, Ilha da Madeira. Começou a sua aventura no mundo musical aos 10 anos, quando entrou no coro do DSEAM e posteriormente fez formação no Conservatório de Música da Madeira, na componente de guitarra clássica.


Em 2017, venceu o Festival da Canção Juvenil da Madeira, com uma composição original sua denominada ‘Tempestade de Emoções’ e em 2019 lançou o seu primeiro EP, ‘Linhas Temporais’, em todas as plataformas musicais.


O ano de 2022 marca a sua primeira experiência em programas televisivos, levando o nome da Madeira e de Trás-Os-Montes atrás, na mais recente edição do Ídolos Portugal.


O jovem cantor/compositor arrecadou 3 aprovações, dos jurados Martim Tavares, Pedro Tatanka e Ana Bacalhau, ficando apenas com o ‘sim’ de Joana Marques por conquistar.


“Tem sido uma experiência fantástica e prometo lutar pelo meu lugar, num leque de artistas maravilhosos que compõem esta edição. Espero conseguir corresponder às expectativas e convencer a Joana Marques na próxima fase. Agradeço a confiança e levo este bilhete dourado com sentido de responsabilidade”, ressalva.


Pode assistir à atuação de Romeu, na íntegra, aqui:
https://bit.ly/prestação-romeumota-sic

Romeu Mota é colaborador da UFM com o programa “Necctar”.

RM

Menu