PSP apreende 4 mil artigos pirotécnicos numa operação nacional

A PSP, através do Departamento de Armas e Explosivos da Direção Nacional e Comandos Regionais, Metropolitanos e Distritais, levou a cabo diversas ações de fiscalização durante o mês de agosto, visando locais e eventos onde é utilizada pirotecnia, designadamente, em festas e espetáculos relacionados com as celebrações locais de santos padroeiros.

Para combater o número de sinistros na área da pirotecnia, que já contabiliza  35 acidentes e 17 vítimas mortais confirmadas entre os anos de 2015 e 2018, havendo já registo de uma vítima este ano, a Policia de Segurança Pública (PSP) assumiu como muito relevante a atuação policial preventiva e repressiva.

Após análise e tratamento dos dados obtidos é este o balanço desta operação de prevenção em matéria de controlo de substâncias explosivas em todo o território nacional:

·         126 ações de fiscalização, com um empenho de 263 polícias;

·         4.121 artigos pirotécnicos apreendidos,

·         12 Autos de Notícia por contraordenação.

A PSP recomenda que sejam sempre cumpridas todas as normas legais previstas na utilização de artigos de pirotecnia e fogo-de-artifício, quer pelos profissionais da área, quer por particulares, respeitando as condições de transporte e armazenamento dos artigos pirotécnicos, por forma a evitar acidentes para os próprios e/ou para terceiros.

Recomenda-se ainda que sejam cumpridas as distâncias de segurança dos locais de lançamento, as suas instruções de funcionamento, bem como não tocar em artigos não deflagrados.

Menu