PSD reivindica projetos indispensáveis para a Região no PNI 2030

O PSD de Vila Real reivindica a inclusão de projetos considerados de “indispensáveis para o distrito” no Programa Nacional de Investimentos 2030.

Ontem, em conferência de imprensa, a Comissão Política Distrital do PSD de Vila Real e os deputados sociais democratas na Assembleia da República exigiram “coesão e competitividade territorial” e apontaram alguns projetos fundamentais para o desenvolvimento da Região, que passam , entre outros, pela eletrificação da Linha do Douro entre Peso da Régua e
Barca d’Alva no concelho de Figueira de Castelo Rodrigo, a construção do IC26, a requalificação do nó de acesso da A24 às Pedras Salgadas e a sua ligação aos concelhos de Montalegre e de Boticas, melhoramento da via navegável do Douro e a criação de uma rede de aeródromos.

Fernando Queiroga, presidente da Distrital do PSD de Vila Real considera que a falta de projetos para a região no PNI2030 é “um abandono completo deste Governo para com o interior”.

O deputado do PSD, Luís Ramos, diz que estas propostas agora apresentadas pelos parlamentares surgem depois de várias reuniões com agentes da região.

Luís Ramos defende que este programa está “viciado à partida”, porque garante fundos europeus para o Litoral, “esquecendo” de os indicar para o interior .

AS propostas agora elaboradas pelos três deputados do PSD de Vila Real vão ser enviadas ao Grupo Parlamentar que está a trabalhar na versão final do PNI 2030.

Menu