Mundial de Rallycross vai regressar a Montalegre

O circuito internacional de Montalegre volta, no próximo ano, a receber o Mundial Rallycross.

Depois de um ano de interregno, eis de regresso o melhor da modalidade à pista barrosã para alegria dos milhares de fãs.

A decisão vem ao encontro dos desejos da Câmara de Montalegre que, desta forma, vê reposta justiça.

David Gillett, o novo general manager para o Mundial de Rallycross da IMG (promotor do campeonato), esteve em Montalegre para confirmar e assinar, com o presidente da autarquia barrosã, a decisão de regresso do FIA World Rallycross Championship.

O presidente da Câmara de Montalegre não disfarça a satisfação por ver de volta o Campeonato do Mundo de Rallycross ao circuito internacional barrosão.

Orlando Alves é taxativo: «fez-se justiça. Ciente do desgaste que a decisão da não realização da prova em Montalegre em 2019 provocou, o autarca lembra a perda que o concelho sofreu: «a decisão de suspender o protocolo celebrado com a Câmara de Montalegre foi um grande revés para toda a região e também para a instituição. Felizmente o reconhecimento da nossa causa, da nossa capacidade organizativa e a qualidade da nossa pista falou mais alto e o resultado aí está!».

«Estamos muito satisfeitos por poder trazer o FIA Mundial de Rallycross de volta a Portugal. Montalegre é um lugar especial na história do World RX, pois foi o circuito onde decorreu a primeira prova de sempre do Campeonato Mundial de Rallycross, no ano de 2014. Estamos ansiosos por outro emocionante fim de semana de corridas em 2020», disse o promotor do Mundial de rallycross.


Menu