João Santos, da UTAD, é um dos investigadores mais influentes do mundo em alterações climáticas

A Reuters, a maior agência internacional de notícias do mundo, com sede em Londres, elaborou um ranking com os mil cientistas climáticos “mais proeminentes do mundo”. Nesta lista constam seis portugueses e João Santos, investigador do CITAB da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) ocupa a 4ª posição, entre estes.

Segundo a Reuters, esta “Hot List” reúne três rankings: dimensão (trabalhos/ensaios publicados sobre o tema), rácio de citação (as vezes em que são citados por outros cientistas) e atenção (alcance junto da opinião pública, através de menções na imprensa, redes sociais).

Nesta Lista, o primeiro cientista português é da Universidade de Évora e ocupa a 57ª posição, seguido de dois investigadores da Universidade de Lisboa, em 441 e 671 lugares e, em quarto, surge João Andrade Santos, na 887ª posição. Os dois outros investigadores são das universidades de Coimbra e Aveiro nas 929 e 976 posições, respetivamente.

João Santos é Coordenador da Tarefa 1.1 do CITAB –  Integrated monitoring of climate and environmental impacts e vê agora o seu nome incluído nesta lista, “reconhecimento do trabalho de mais de 25 anos dedicados ao estudo do impacto do clima nos ecossistemas agroflorestais”. A título de exemplo, o trabalho Performance of seasonal forecasts of Douro and Port wine production é um dos seus artigos com maior relevância, publicado em 2020, em coautoria com investigadores do Joint  Research Centre (Comissão Europeia) e do Barcelona Supercomputing Centre.  

Breve nota Biográfica

João Carlos Andrade Santos é atualmente Professor Associado com Agregação no Departamento de Física da Escola de Ciência e Tecnologia da Universidade da UTAD. Graus académicos: Agregação em Física em 2012; Doutoramento em Física/Meteorologia, na Universidade de Lisboa em 2005; Licenciatura em Ciências Geofísicas na Universidade de Lisboa em 1995. Áreas de especialização: Ciências Atmosféricas, Climatologia, Alterações Climáticas e os seus impactos, nomeadamente nos recursos hídricos e agricultura. Centros R&D: Membro Integrado do Centro de Investigação e de Tecnologias Agroambientais e Biológicas (CITAB). Projetos: Membro de 30 projetos de investigação, 8 dos quais internacionais, incluindo a coordenação do projeto europeu H2020 – “Clim4Vitis – Climate change impact mitigation for European viticulture: knowledge transfer for an integrated approach”. Publicações: autoria em >100 artigos com indexação SCOPUS, 9 livros/capítulos, > 250 publicações no âmbito de congressos científicos e orador convidado em >70 encontros científicos. Editor em 6 revistas científicas, revisor em >40 revistas indexadas. Atividades Pedagógicas: Docência de >60 unidades curriculares em diversos cursos superiores de 1º, 2º e 3º Ciclos. Orientação de 6 teses de doutoramento, 17 dissertações de mestrado e 28 bolsas de investigação. Membro de >50 júris de provas académicas. Outras atividades relevantes: Organização de >20 eventos científicos. Investigador principal da tarefa “Monitorização integrada dos impactos climáticos e ambientais: estratégias de adaptação e mitigação” do CITAB. Mais informação disponível em:

SCOPUS: https://www.scopus.com/authid/detail.uri?authorId=56157920300&origin=AuthorEval

ORCID: http://orcid.org/0000-0002-8135-5078

Ciência Vitae: https://www.cienciavitae.pt/en/B516-BA3B-DE14

Menu