Hoje é o Dia Internacional da Proteção Civil.

O objetivo deste dia é chamar a atenção para a importância da proteção civil, nomeadamente para a prevenção e para a coordenação de esforços em caso de emergência e calamidade.

Um pouco por todo o país estão a ser realizadas ações comemorativas desta efeméride, numa altura em que Portugal vive a mudança neste sector.

Ontem foi aprovada em Conselho de Ministros a lei orgânica da Autoridade Nacional de Emergência e proteção Civil, uma nova lei que acaba com os 18 comandos distritais de operações e socorro CDOS.

Os cinco novos comandos regionais- Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo e Algarve e os 23 comandos sub regionais de operações de emergência e socorro vão avançar de forma faseada para garantir segundo o Governo a estabilidade do sistema.

Passa existir a direção nacional de prevenção e gestão de riscos, a direção nacional de administração de recursos e ainda a direção nacional de bombeiros.

Para além, disso será ainda criada uma inspeção que pode ser dirigida por um magistrado.

Menu