GNR de Vila Real identificou homem de 60 anos por incêndio florestal

O Comando Territorial da GNR de Vila Real, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) identificou um homem de 60 anos por incêndio florestal na freguesia de Vila Marim, no concelho de Vila Real.

No seguimento de um alerta de que teria deflagrado um incêndio florestal, os elementos do NPA deslocaram-se de imediato para o local onde apuraram que o incêndio teve origem numa queimada de renovação de pastagens que se descontrolou, tendo consumido cerca de 64 hectares de vegetação.

No decorrer das diligências policiais foi identificado o suspeito responsável pela queimada, e os factos foram remitidos para o Tribunal Judicial de Vila Real.

A proteção de pessoas e bens, no âmbito dos incêndios rurais, continua a assumir-se como uma das prioridades da GNR, sustentada numa atuação preventiva, com o envolvimento de toda a população e demais entidades públicas e privadas, na salvaguarda da vida humana e na segurança do património de Portugal e dos portugueses.

A GNR relembra que as queimas e queimadas são das principais causas de incêndios em Portugal, em qualquer altura do ano é proibido queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração florestal ou agrícola bem como efetuar queimadas sem pedir autorização ou fazer comunicação prévia.

Menu