FCT atribui Muito Bom a quatro Centros de Investigação da UTAD

Já são conhecidas as classificações atribuídas aos Centros de Investigação da UTAD pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT) para o período 2020-2023.

Dos seis Centros de Investigação, quatro obtiveram “Muito Bom” e dois “Bom” e o montante total atribuído é de mais de seis milhões trezentos mil euros.

O reitor da UTAD, António Fontaínhas Fernandes, considera estes resultados um “estímulo para consolidar a estratégia da Universidade na valorização do conhecimento, que deve basear-se no reforço das unidades de investigação e na sua inserção em redes temáticas internacionais”.

O Centro de Química, o CECAV, o CITAB e o CIDESD obtiveram classificação de “Muito Bom” com 740.000, 928.000, 1.866.000 e 1.409.000 euros, respetivamente, e o CETRAD e o CEL a classificação de “Bom” com 689.000 e 684.000 euros, respetivamente.

Fontainhas Fernandes manifestou um agradecimento a todos os que colaboraram no processo de avaliação e salientou que “a UTAD sai mais reforçada”.

Menu