Especialistas europeus avaliam termas do Norte de Portugal

Notícias, Região

Investigadores de oito países da União Europeia estão a participar num estudo liderado pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto,  que pretende avaliar o potencial terapêutico e económico das termas do norte de Portugal.

O projeto InnovaSPA junta 40 especialistas que esta terça-feira visitam as Termas de Caldas de Aregos em Resende, e amanhã será a vez de Chaves receber esta comitiva europeia que percorre a Rota da Água, como referiu à UFM o professor responsável do projeto Pedro Augusto.

Numa segunda fase deste projeto os especialistas vão apresentar propostas de orientação para que possa haver maior rentabilidade no sector do termalismo em Portugal.

Este é um estudo orientado pela Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, mas o investigador Pedro Augusto espera que as Universidades e Politécnicos que estão na área de influência das termas venham a tornar-se parceiros deste projeto.

O termalismo é um medicamento natural baseado no uso de água termal mineral para tratamentos terapêuticos, que transforma a gestão de cuidados de saúde de enfoque “curativo” em cuidados de saúde “preventivo”.

Os programas termais médicos são cientificamente validados através de testes clínicos, sendo que o Governo português reconhece dez tratamentos oficiais, e  este estudo,  que integra especialistas europeus,  pretende trazer mais inovação ao sector rentabilizando as potencialidades já conhecidas.

Menu