Efeitos das alterações climáticas na viticultura vão estar em debate na UTAD

As alterações climáticas  se fazem sentir na cultura do vinho. Segundo o investigador da UTAD João Santos, esta problemática começa a tornar-se cada vez mais evidente, sendo alvo de estudo por parte do projeto H2020, que une diversos centros de investigação europeus. João santos refere que os produtores devem preparar-se para se ajustar às mudanças no clima. As alterações climáticas e a sua influência na viticultura assim como possíveis soluções para mitigar o problema são tema de debate na UTAD no CLim4vitis, uma conferência inserida neste projeto que une diversas instituições de investigação europeias que procuram soluções para esta questão. A conferência sobre alterações climáticas e viticultura realiza-se na UTAD de 18 a 20 de fevereiro e dirige-se a estudantesinvestigadoresprodutoresempresas e demais interessados nestas temáticas.

Menu