Deputados municipais de Vila Pouca de Aguiar estão contra falta de investimento no Alto Tâmega do PNI

A Assembleia Municipal de Vila Pouca de Aguiar aprovou uma moção onde manifesta desagrado às propostas do Plano Nacional de Investimentos 2030 denunciando que dos 72 projetos previstos, nas áreas de transportes, energia e ambiente, num investimento  superior a  21 Milhões de Euros, o “território do Alto Tâmega é totalmente votado ao esquecimento”

A moção foi apresentada pelo grupo parlamentar do PSD e Gui Sarmento refere que o caminho do PNI é errado, e esta moção pretende chamar a atenção para a existência do território do Alto Tâmega.

Os deputados da assembleia municipal de Vila pouca de Aguiar querem ver salvaguardado o desenvolvimento das regiões do Interior com apoios em setores da energia eólica e da biomassa, sistema de barragens e de regadio, mobilidade verde, manutenção das infraestruturas e rede viária.

A Assembleia Municipal de Vila Pouca de Aguiar vai endereçar esta moção ao Governo, uma reivindicação que foi aprovada com os votos a favor doa bancada do PSD e a abstenção do PS.

Menu