Covid-19: Montalegre, Peso da Régua e Boticas com risco extremamente elevado

Notícias, Região

Os concelhos de Montalegre, com 1645 casos; Peso da Régua, com 1236 e Boticas, com 1160 casos por cem mil habitantes, de incidência cumulativa nos 14 dias, entre 23 de dezembro 05 de janeiro, são os que apresentam um número mais elevado de infetados, no distrito de Vila Real, com o vírus SARS-CoV-2 de acordo com os dados publicados hoje no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Ainda de acordo com este documento, estes concelhos encontram-se no grupo de incidência mais elevado, que se situa acima dos 960 casos, por cem mil habitantes.

No segundo grupo de incidência, com risco muito elevado, entre 480 e 960 casos, encontram-se os seguintes concelhos: Ribeira de Pena, com 947 casos; Chaves, com 854; Vila Real, com 759; Santa Marta de Penaguião, com 697; Mondim de Basto, com 648; Murça, com 567; Vila Pouca de Aguiar, com 552 e Alijó, com 527 casos por 100 mil habitantes.

No terceiro grupo de incidência, portanto mais baixo do que os anteriores, risco elevado, com casos situados entre 240 e 480, por cem mil habitantes, encontram-se os concelhos de: Sabrosa, com 473; Valpaços, com 459 e Mesão Frio, com 252 casos, por 100 mil habitantes.

A classificação é realizada de acordo com as categorias utilizadas pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças e estes números correspondem a casos compilados até o dia cinco de janeiro.

Menu