Congresso mundial em Lamego debate Direitos Humanos

Durante quatro dias, de 16 a 19 de janeiro, a cidade de Lamego vai acolher um importante encontro académico internacional que quer refletir e debater a temática dos direitos humanos, “fomentando novas construções de ideias e o desenvolvimento científico a partir de uma perspetiva multidisciplinar”. Centenas de professores, pesquisadores, estudantes, bem como membros da sociedade civil interessados nesta área, vão participar no “I Congresso Global de Direitos Humanos: Novas políticas de cidadania e de desenvolvimento sustentável”. Na sessão de encerramento está confirmada, entre outras personalidades, a presença da secretária de Estado para a Cidadania e a Igualdade, Rosa Monteiro, enquanto que no ato de abertura marcará presença D. António Couto, Bispo da Diocese de Lamego.

O “I Congresso Global de Direitos Humanos” pretende ser um fórum de discussão “urgente e necessário para o futuro de todos”. Mais de 45 palestrantes, sobretudo portugueses, espanhóis e brasileiros, prometem despertar o debate sobre as metas de desenvolvimento sustentável listadas pela ONU, em 2015, que visam acabar com a pobreza, promover a prosperidade e o bem-estar dos povos, proteger o meio ambiente e combater as alterações climáticas. Para quem pretende assistir a este evento,  já está a decorrer, neste momento, o prazo de inscrições online, acedendo a doity.pt/GDH.LAMEGO

Com o apoio institucional da Câmara Municipal de Lamego, o “I Congresso Global de Direitos Humanos” conta com o apoio de um vasto leque de instituições e entidades, nomeadamente o Ministério Público do Estado do Maranhão (Brasil), o Centro de Investigação em Justiça e Governação, o Tribunal de Justiça do Estado do Mato Grosso do Sul (Brasil), a Asociación de los Alumnos Brasilenos de la Universidad de Salamanca (Espanha), a Universidade do Minho, a Universidade de Aveiro e a Escola Superior de Tecnologia e Gestão de Lamego.

Menu