Câmara de Ribeira de Pena aprovou criação de Equipa de Intervenção Permanente em Cerva

A Câmara Municipal de Ribeira de Pena aprovou, por unanimidade, a moção a favor da instalação de uma Equipa de Intervenção Permanente (EIP) na Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cerva.

Segundo o presidente da Câmara, João Noronha, a autarquia, atenta às atuais dificuldades de carácter operacional do Corpo de Bombeiros de Cerva, designadamente ao nível dos recursos humanos, envidou esforços junto do Governo no sentido de se proceder à instalação urgente de uma EIP no Corpo de Bombeiros de Cerva.

Com esta medida ficará assegurado em permanência, o socorro à população de Cerva e Limões.

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Cerva atravessa enormes dificuldades financeiras, apresentando dívidas de dezenas de milhares de euros a fornecedores que, segundo relato do atual Presidente da Direção da Associação, Rui Machado, terão transitado da gestão da anterior Direção.

O executivo camarário em comunicado informou que esta decisão tem “em conta a débil situação financeira e a necessidade de reforçar a operacionalidade do Corpo de Bombeiros de Cerva” , estando a autarquia disponível para assumir o encargo financeiro anual superior a 31mil euros que a constituição da EIP representa para as finanças municipais.

O funcionamento da EIP será suportado, em partes iguais, pela Câmara Municipal e pela Autoridade Nacional de Proteção Civil, recaindo sobre ambas as entidades todos os encargos financeiros associados à contratação dos 5 bombeiros da EIP (salários, segurança social e seguro de acidentes de trabalho).

Menu