Bloco de esquerda aponta dedo ao Estado e aos executivos camarários por fecho de aeródromo de Vila Real.

    O Bloco de Esquerda aponta o dedo à “ausência de uma política nacional de investimento público consistente” sobretudo no interior do país, para a situação que ocorreu no aeródromo de Vila Real, que vai ter a pista fechada por um longo período devido ao abatimento de uma parte da mesma. Mariana Falcato Simões sublinha que o problema que causou o fecho já estava identificado há muito, daí que já deveriam ter sido tomadas medidas atempadamente 

Mas o Bloco não descarta as responsabilidades da autarquia em relação ao aeródromo.

 O Bloco de Esquerda diz que vai “aguardar pelo indispensável apuramento de responsabilidades produzido” para saber das “responsabilidades dos executivos camarários na construção de um aeródromo em zona de cabeceira de uma linha de água sem a manutenção necessária para evitar o abatimento de uma pista”.

Menu