Assembleia Municipal aprova Normas Provisórias do Plano de Urbanização de Vila Real

A Assembleia Municipal de Vila Real aprovou ontem por maioria, com 34 votos a favor, 12 contra e uma abstenção, as Normas Provisórias do Plano de Urbanização que vão vigorar até fevereiro de 2020, altura em que após uma discussão pública será conhecida uma versão final da revisão do PDM de Vila Real.

Para Patrique Alves, da bancada do CDS-PP na Assembleia Municipal, a aprovação era expectável, e lamenta que em período de férias a câmara tenha agendado esta reunião extraordinária da Assembleia Municipal para a aprovação de um documento importante para a cidade e que vai “hipotecar a vida de quem vê os seus terrenos serem reclassificados”.

Patrique Alves diz que o CDS-PP tem vindo a apresentar sugestões para a cidade e a prova está na proposta de 2017 que apontava para uma ligação pedonal entre a Meia Laranja e a Vila Velha e que está agora contemplada neste documento aprovado ontem. O líder da bancada do CDS-PP espera que a discussão que agora se segue seja muito participada pela população.

A aprovação destas Normas Provisoras não foi surpresa para Vasco Amorim, o líder da bancada do PSD, uma vez que esteve patente a “lealdade partidária”. O também presidente da concelhia do PSD de Vila Real espera que estas normas possam ter alterações, tanto mais que “o presidente da Câmara já reconheceu que existem falhas”.

Vasco Amorim ressalva que ainda não está a decorrer o período de discussão pública sobre este documento.

 Adriano Sousa, vereador do urbanismo da Câmara de Vila Real, defende que foram “bem aprovadas” as normas que agora vão vigorar até a aprovação do PDM final.

O vereador considera que o PSD nesta Assembleia Municipal “ficou consciente” que cometeu um lapso ao analisar o documento das Normas Provisórias e acrescenta que a oposição “enganou os vila-realenses e prestou um mau serviço à população”.

A autarquia de Vila Real garante que a população vai ter a oportunidade de consultar o processo, permitindo que possam aparecer sugestões válidas e em casos de necessárias correções elas serão efetuadas.

Na Assembleia Municipal de ontem foram ainda revogados os Planos de Pormenor da Vila Velha, do Centro Histórico e de Tourinhas.

Menu