Aprovada candidatura de cerca de meio milhão de euros para defesa da Floresta contra Incêndios

A autarquia de Vila Real viu aprovado mais um financiamento para a realização de um conjunto de ações programadas no Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios do concelho.

Com a aprovação desta candidatura de cerca de meio milhão de euros, a câmara poderá criar novas infraestruturas de Defesa Contra Incêndios e a Estabilização de Emergência Pós-Incêndio, para tornar os espaços florestais do concelho de Vila Real menos vulneráveis aos incêndios florestais, como refere o presidente da Câmara, Rui Santos.

As intervenções passam pela criação de mais de 160 hectares de rede primária de defesa contra incêndios, criação de pontos de água, instalação de mosaicos entre outras medidas, como avança o autarca.

As intervenções serão em espaços florestais das freguesias de Borbela e Lamas D’Olo, Tomé do Castelo e Justes, Mouçós e Lamares, Constantim e Vale de Nogueiras, Andrães e Abaças, e estarão concluídas até ao final do ano de 2019.

O executivo camarário lembra que paralelamente ao investimento efetuado na melhoria das condições gerais do território para a prevenção e combate eficaz aos incêndios florestais, continua a apostar em ações de proximidade com a realização de campanhas de sensibilização junto das populações para que evitem comportamentos de risco.

Menu