Greve Feminista marcada para amanhã

A plataforma nacional Movimento Rede 8 de Março convocou para amanhã, dia Internacional da Mulher, uma Greve Feminista Internacional.

Em Vila Real está marcada uma concentração de mulheres das 17.30 às 18.30 frente ao Tribunal.

A organização desta Greve responde assim ao apelo internacional lançado em 2016 como resposta à violência doméstica, legal, social, política e moral e outras que sofrem as mulheres.

A primeira Greve ocorreu em 2017 em mais de 50 países, e este ano chega a Vila Real e pretende ter expressão em quatro setores principais, no trabalho assalariado, trabalho doméstico e da prestação de cuidados, no trabalho de consumo de bens e serviços, e estudantil, tendo como objetivo dar visibilidade e denunciar as desigualdades que continuam.

Mariana Falcato Simões referiu que já há pré-avisos de greve dos sindicatos que estão a colaborar com o movimento.

A mudança de mentalidades tem de ser feita, daí que o Movimento Rede 8 de março, diz, não vai parar.

A greve de amanhã pretende dizer “Basta” à desigualdade no trabalho assalariado, à desigualdade no trabalho doméstico e dos cuidados, à reprodução das desigualdades e do preconceito nas escolas, aos estereótipos e de incentivos ao consumo e a destruição ambiental entre outras reivindicações.

Menu