Rede Intermunicipal de Bibliotecas nasce no Alto Tâmega

Foi ontem constituída em Montalegre, a Rede Intermunicipal de Bibliotecas do Alto Tâmega (RIBAT) através de um protocolo que envolveu os seis municípios da CIM alto Tâmega.

Esta é a 13ª rede a nível nacional, que para além das autarquias envolve ainda a Direção-Geral do Livro dos Arquivos e das Bibliotecas e pretende otimizar e rentabilizar os recursos disponíveis, como refere a diretora da Biblioteca de Montalegre, Goreti Afonso.

Goreti Afonso sublinha que este projeto pretende “alavancar todas as mais valias das seis bibliotecas municipais” rentabilizando as sinergias e recursos.

Para os autarcas esta rede vai ajudar o Alto Tâmega a ter uma nova imagem e um reforço da identidade da região, uma imagem de marca centrada na cultura. A rede de bibliotecas
pretende fazer um inventário mais profundo dos autores da região e terá um programa de iniciativas diversas que terão itinerância pelas bibliotecas do Alto Tâmega.

Em novembro está agendada a Comemoração do centenário de Sophia de Mello Breyner Andresen, sendo ainda pretensão desta rede valorizar a etnografia das diferentes localidades da Comunidade Intermunicipal.


Menu